Qual a melhor opção, Pellets ou Lenha?

Aquecimento a Pellets

Ter aquecimento a Pellets é o fim do fumo e do cheiro a queimado. Para a sua instalação apenas necessita de uma saída para o exterior, de forma a extrair o dióxido de carbono.
A queima por dosagem é uma maneira muito eficaz para reduzir o uso excessivo dos Pellets, além de manter a temperatura do ambiente sempre regulável, pode também configurar a velocidade do sistema de ventilação.

O acendimento é automático e pode ser programado, e o seu funcionamento pode durar até 30 horas com aquecimento contínuo, visto que o tempo limite para atingir a temperatura mínima também é constatado no sistema.
Este tipo de aquecimento é destacado pelo aquecimento ecológico, visto que os índices de poluição são bem reduzidos e as partículas de C02 atingem apenas 1 grama por hora, contribuindo para um ecossistema e ambiente mais limpos.

No entanto, o aquecimento a Pellets obriga a uma constante manutenção e limpeza. Os equipamentos a pellets com as suas diversas sondas obriga a uma cuidada manutenção. Outra situação que deve ter em atenção, é que são poucos os fabricante de pellets, portanto deve considerar qual a marca que lhe pode ficar mais em conta e até fazer stock de pellets.

Aquecimento a Lenha

Para este aquecimento é necessário obter lenha, o que se torna mais fácil, na medida em que podem ser aproveitados ramos e troncos caídos. Por outro lado, é preciso que haja espaço suficiente para armazenar grandes quantidades de lenha.

A sua limpeza após utilização e arrefecimento é um factor indispensável para o bom funcionamento do equipamento. Para além disso, considere que a chaminé deve ser vista anualmente, para evitar a acumulação de resíduos. Os equipamentos a lenha podem ser ventilados, mas a manutenção é muito mais simples.

A decisão se opta por lenha ou pellets deve ser tomada tendo em conta o seu estilo de vida.