Recuperadores de Calor a Lenha: eficiência térmica e elegância

Escolher um recuperador de calor a lenha é optar por conforto, economia e sustentabilidade. Além de aquecer seu espaço com aconchego, são também elementos elegantes de design e modernidade. Com inúmeras opções de elevada qualidade, desempenho, durabilidade e versatilidade de estilos que se adaptam a qualquer ambiente, apresentamos uma rigorosa seleção de recuperadores de calor a lenha dos mais prestigiados fabricantes. Encontre o modelo ideal para si!

Filtros

Recuperadores de Calor a Lenha: eficiência e sustentabilidade

Investir num recuperador de calor a lenha é optar por eficiência térmica, conforto e sustentabilidade. Além de proporcionar calor aconchegante para o seu espaço, esses equipamentos também podem ser elementos de design. Com os nossos recuperadores de calor a lenha, está a escolher qualidade e desempenho, garantindo um ambiente aquecido de maneira eficaz e económica.

Recuperadores de Calor a Lenha: variedade de escolha com qualidade de excelência

recuperadores de calor a lenhaAtravés de um criterioso processo de seleção de fabricantes, garantimos a excelência e durabilidade de cada recuperador de calor a lenha. São projetados para extrair o máximo rendimento da combustão da lenha. O calor resultante desse processo pode ser distribuído de diferentes maneiras: por radiação/convecção através de vidro, por meio de ventilação ou ser canalizado para sistemas de radiadores para aquecimento central. Adicionalmente, alguns recuperadores de calor a lenha podem possuir 2 ou 4 saídas canalizáveis, proporcionando versatilidade adicional.

Que recuperador de calor a lenha escolher?

Oferecemos uma extensa gama de opções quando se trata da escolha de um recuperador de calor a lenha, garantindo soluções de qualidade para atender às exigências individuais de todos os nossos clientes. Nesta vasta seleção de produtos, encontrará recuperadores de calor em aço ou fundição, disponíveis em designs modernos ou em linhas mais tradicionais. Também temos modelos de recuperadores de calor a lenha de dupla face, com laterais ou multifacetados, permitindo a escolha perfeita para a estética e necessidades específicas de sua casa.

Na Smartfire estamos comprometidos em oferecer-lhe as melhores opções de recuperadores de calor a lenha para as suas necessidades. A nossa variedade de soluções garante que encontrará o recuperador de calor perfeito para a sua casa.

Perguntas Frequentes

Trata-se de um valor expresso em percentagem que indica a quantidade de calor gerada pela combustão que será efectivamente emitida para o ambiente.

Ou seja, se uma caldeira tiver um rendimento de 90 %, isso significa que se ela queimar 100 kg de lenha / pellets, utiliza 90 kg para o aquecimento: 90 % de calor e 10 % de perdas.

O rendimento permite compreender quanto é que poderá realmente economizar graças ao equipamento. Ao passo que os melhores recuperadores de calor a lenha podem ultrapassam um pouco os 80 % de rendimento, as máquinas a pellets com melhor performance no mercado atingem os 90 %. Isto significa que com a mesma quantidade de combustível se obtém uma quantidade maior de calor com os pellets do que com a lenha.

Smartfire   0 25 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

A potência térmica útil é um valor expresso em kW (kilo-watts) que indica a quantidade de calor emitida pelo recuperador de calor em funcionamento. Poderá ser do senso comum, mas nunca é de mais relembrar que um recuperador de calor com uma potência térmica mais elevada não é automaticamente o melhor. Tudo depende do tamanho da área que aquecer.

Iremos calcular que potência deverá ter um recuperador de calor para conseguir aquecer um apartamento com isolamento médio (janelas de vidro simples), que esteja situado num local plano e que não seja especialmente frio. O espaço exemplificativo tem aproximadamente 80 metros quadrados e uma altura de 3 metros.

Começamos por calcular o volume do local a aquecer: Superfície 80 m² x altura 3 metros = 240 m³ De seguida multiplicamos o volume pelo coeficiente térmico. Se o grau de isolamento da casa for baixo, o coeficiente é igual a 40, se for médio a 35, se for elevado a 30. Neste caso, vamos utilizar um coeficiente de 35 porque temos condições de isolamento médio: 240 m³ x 35 = 8 400 Kcal Obtivemos assim a quantidade de calor que o nosso espaço precisa.

A potência de um recuperador de calor é expressa em kW. Para converter os Kcal em kW, divida os Kcal por 862: 8.400 Kcal / 862 = 9,7 kW Concluímos que, neste caso, será necessária um recuperador de calor com aproximadamente 10 kW de potência.

Smartfire   1 19 Setembro 4, 2023  

1 people found this faq useful.

Quem possui um recuperador de calor a lenha sabe que a manutenção e limpeza destes equipamentos é de extrema importância. Por um lado, a limpeza e manutenção do seu recuperador de calor é essencial para garantir o seu funcionamento dentro de todos os critérios de segurança, por outro lado, o hábito de limpar devidamente o equipamento aumenta o tempo de vida útil do mesmo.

Para começar é fundamental que proceda à limpeza com o recuperador de calor fora de serviço e completamente frio. O primeiro passo é retirar as cinzas com a ajuda de um aspirador de cinzas ou em alternativa recorrendo a uma pequena vassoura e a uma pá. Remova toda a sujidade dos cantos e garanta que não sobram resíduos no interior.

Para limpar o vidro do seu recuperador de calor pode recorrer a produtos específicos para este tipo de limpeza, contudo lembre-se de que este tipo de produtos pode ser corrosivo e, neste caso, é fundamental que não o deixe escorrer pelo vidro.

Outro pequeno truque caseiro para a limpeza dos vidros de recuperadores de calor é a utilização da cinza. Basta pegar numa folha de jornal, amarrotá-la e humedecê-la em água. De seguida, passe a folha de jornal pela cinza e esfregue o vidro do seu recuperador. Repita as vezes que considerar necessárias. Por fim faça o mesmo mas, para concluir a limpeza, humedeça o jornal apenas em água e esfregue o vidro para tirar os resíduos de cinza. O resultado é surpreendente e bastante económico.

Smartfire   0 7 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Os briquetes fornecem mais calor, o seu poder calorífico é muito potente, embora varie dependendo de cada fabricante e os resíduos de madeira com os quais são fabricados os briquetes. No entanto, embora os briquetes tenham um valor calorífico superior, a duração deles é muito menor do que a boa madeira de carvalho ou de oliveira. Briquetes são um bom recurso para aquecer uma casa que foi fechada por muitos dias.

É aconselhável começar a usar os briquetes para criar uma atmosfera acolhedora e depois manter o fogo com uma boa madeira. A combinação de ambos combustíveis é a alternativa mais aconselhável. O uso de briquetes nos prédios, sótãos, etc. é uma alternativa razoável porque é um combustível limpo, fácil de empilhar e simples de transportar.

Lembre-se de que nem todos os briquetes são os mesmos. Os resíduos florestais com os quais são fabricados determinarão o preço e o poder calorífico desta energia alternativa chamada biomassa. No mercado doméstico ainda é difícil encontrar briquetes de carvão ou lignite, mas seu valor calorífico e duração é muito maior que o fornecido pelos briquetes. O seu alto preço, uma vez que é um produto de importação, dificulta a entrada em nosso mercado, mas sua performance é muito notável em comparação com outros combustíveis.

Smartfire   0 21 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

O 'sistema de vidro limpo' funciona com a projeção de uma cortina de ar, que procura evitar a deposição de fuligem no vidro. No entanto, existem 3 factores que podem fazer com que este sistema seja praticamente inútil:

1. Lenha húmida (grau de humidade superior a 20%) é o principal factor.
2. Chaminé com má tiragem. O fumo recircula dentro da câmara de combustão e suja rapidamente o vidro.
3. Queimas lentas, sobretudo de madeiras duras ou demasiado próximas do vidro, bloqueando a cortina de ar.

Qualquer uma destes 3 factores vai dar origem à acumulação de creosoto, pelo que deve evitar sempre que qualquer um deles se verifique. Naturalmente que se se verificarem cumulativamente, o resultado será bastante mais severo: mais sujidade no vidro e maior acumulação de creosoto.

Smartfire   0 8 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

A limpeza diária de um recuperador de calor é essencial para a combustão correta do combustível. O essencial é remover cinza e carvão resultantes de combustões anteriores que, por segurança, devem ser depositadas em um balde de chapa metálica, controlando possíveis resíduos ainda incandescentes.

O uso de um aspirador de cinzas poderá melhorar substancialmente a limpeza. A deposição das cinzas nas plantas é um bom fertilizante natural que podemos usar ocasionalmente.

Smartfire   0 10 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

A melhor altura para comprar a nossa carga de lenha é o período de setembro a outubro, mas para utilizar no ano seguinte. A madeira deve passar por um processo desde sua poda até seu posterior armazenamento em sua casa por um período mínimo de 7 meses. Portanto, para comprar madeira seca (não verde), os meses de setembro e outubro são os mais favoráveis.

Não devemos confundir os termos madeira seca e madeira molhada. A lenha seca é aquela que passou por um processo de secagem no campo por alguns meses e a madeira que está seca (que não é mais verde). Madeira húmida não passou por esse processo ou não passou por tempo suficiente (teor de humidade >20%). Madeira molhada significa que que se molhou aquando do seu armazenamento, no fornecedor ou em sua casa.

Smartfire   0 13 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Sim, normalmente pelo menos 1 vez por ano. Mantendo a chaminé limpa, obtemos uma boa combustão. As condutas, quando estão totalmente limpas, fornecem uma tiragem completa, o que facilita a ignição do combustível. Com a limpeza, evitamos possíveis incêndios de fuligem / creosoto acumulados na chaminé.

É frequente os fogos nas chaminés, que podem ocorrer se passarem os anos e não mantermos as condutas em boas condições. Devido ao calor contínuo ao qual os materiais estão sujeitos, às vezes podem ocorrer desprendimentos de algum material dentro da chaminé.

As aves geralmente têm como ponto de referência aninhamento em chaminés com o qual é possível que, em algumas ocasiões, parte do ninho possa entupir total ou parcialmente as condutas. Será importante ter em atenção se a nossa chaminé é direta ou tem cotovelos, no segundo caso, devemos limpar os registos e os cotovelos com mais frequência.

Smartfire   0 18 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Nunca se deve usar lenha verde. A lenha verde poderá conter até 75% de humidade, essa percentagem terá um efeito significativo no rendimento da lenha e sobre o poder calorífico da lenha uma vez que, parte do calor gerado inicialmente serve para evaporar a água contida nesta, sendo desperdiçada na chaminé junto com o vapor produzido.

Antes de ser utilizada, a lenha deve ser envelhecida por um período não inferior a 18 ou 24 meses, de modo a reduzir o seu teor de humidade a níveis aceitáveis, entre 15 e 20%. Para se obter uma melhor prestação da sua lareira ou recuperador de calor é aconselhável, sendo possível, fazer uma mistura de lenha macia e dura, mais ou menos na percentagem 20% / 80% respectivamente. Esta mistura irá tirar partido do forte de cada tipo de lenha e irá manter um lume forte e duradouro.

Smartfire   0 11 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Numa lareira aberta, a maioria do calor proveniente da queima da lenha 'escapa-se' pela chaminé e não chega a aquecer a sala. Poderá 'fechar' a lareira, colocando um recuperador de calor com ventilação integrada. Dessa forma, não só reduz a potencial intrusão de fumos e cheiros na sala como aumenta significativamente o rendimento da combustão da lareira.

Para aquecer uma divisão adjacente, poderá colocar uma tubagem metálica que leve o calor do recuperador até uma grelha nessa divisão. A Smartfire comercializa uma vasta gama de recuperadores de calor de fácil integração na lareira existente e com saídas de ar quente canalizável.

Smartfire   0 10 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Para salamandras e recuperadores de calor existem diversos tipos de lenha. As lenhas de maior densidade, como a lenha de azinho, de carvalho, eucalipto ou de sobreiro são as melhores em termos de produção de calor, rendimento e consumo, no entanto, deve-se ter em conta que a sua composição dificulta o acendimento.

A lenha de pinho, por ser um tipo de lenha resinosa, deve ser usada com moderação, esta lenha traz algumas vantagens no acendimento em relação aos outros tipos de lenha, mas acarreta mais manutenção quer seja com recuperador de calor ou lareira, e requer mais limpeza da sua chaminé. A lenha pode classificar-se em duas categorias, baixa e alta densidade, mais macia ou dura, esta classificação mede-se de acordo com o peso em kg por m³ de matéria:

Lenha macia ou de baixa densidade: pesa em média cerca de 300-350 Kg/m³ – pinheiro, choupo, abeto, eucalipto, castanheiro entre outros. É de queima mais rápida, produzindo um calor forte, o que a torna excelente para iniciar o fogo, mas como queima rápido requer recarregar mais frequência a lareira ou recuperador de calor.

Lenha dura ou de alta densidade: pesa cerca de 350-400 Kg/m³ – azinheira, carvalho, ulmeiro, faia, entre outros. Esta lenha é mais densa e muito menos resinosa, por isso irá queimar mais lentamente, produzindo um calor mais duradouro, evitando os abastecimentos mais frequentes.

Smartfire   0 17 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Não. O diâmetro da tubagem deve sempre respeitar o diâmetro de saída do equipamento. Nos casos em que seja completamente impossível fisicamente, poderá eventualmente ser reduzida numa percentagem muito baixa (exemplo 200>180 mm, ou seja 10%) e o instalador deve assegurar que a depressão de tiragem da chaminé cumpre minimamente as exigências.

Em todo o caso, uma redução da secção da tubagem pode afectar o desempenho do equipamento e pode implicar perda de garantia. As indicações constantes do manual de instruções do equipamento no que diz respeito à instalação devem ser sempre integralmente cumpridas.

Smartfire   0 13 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

Não. O rendimento não está relacionado com o facto de ter ventilação ou não. A ventilação força / projecta o ar quente para a frente do equipamento (ou pelas saídas adicionais de ar quente), espalhando-o mais rapidamente pela divisão, não melhora o rendimento.

O rendimento tem a ver com a quantidade de lenha queimada para produzir uma determinada potência calorifica. Esta explicação está em outra FAQ: "O que é o rendimento de um recuperador de calor / salamandra?" ou pode consultar este artigo no nosso blog com mais informação: https://www.smartfire.pt/qual-a-diferenca-entre-aquecimento-por-irradiacao-conveccao-e-por-ventilacao/.

Smartfire   0 13 Setembro 4, 2023  

Be the first person to like this faq.

 

Encontre na Smartfire:
Recuperadores de Calor a Lenha | Recuperadores de Calor a Pellets | Salamandras a Lenha | Salamandras a Pellets | Lareiras a Lenha

Também lhe podem interessar:
Caldeiras a Lenha | Caldeiras a Pellets | Caldeiras Policombustível | Fogões a Lenha | Salamandras a Lenha com Forno