Um recuperador é um elemento que tem função decorativa e ao mesmo tempo traz diversas sensações para um ambiente, como aconchego, acolhimento e romantismo. Os recuperadores inseridos em lareiras são soluções ecologicamente mais eficientes, funcionais e rentáveis. É possível ter o charme de uma lareira em alvenaria ao mesmo tempo que tem o rendimento de um recuperador de calor.

Existe algo melhor para os dias de Inverno do que um ambiente aconchegante? Ouvir o crepitar da lenha com a família e amigos é das melhores sensações. Tudo isto é possível quando se tem uma lareira. Mas surgem algumas dúvidas sobre qual modelo de recuperador adequado, onde instalar, se é preciso ter saída para a chaminé, se aquece todos os ambientes, qual o tamanho ideal e muito mais. De seguida encontra algumas dicas para encontrar o recuperador ideal para a sua lareira!

Como escolher o melhor local para instalar o recuperador?

O ideal é instalar a lareira no centro da casa para distribuir melhor o calor. O local de instalação deve ser estratégico para distribuir melhor o calor para outros ambientes. Mesmo que o imóvel não tenha uma saída para a chaminé, é possível colocar tubagem de inox para fazer a exaustão dos fumos.

Se a sua casa já tem uma lareira em alvenaria, saiba pode colocar um recuperador de calor para melhorar o seu rendimento. Aconselhamos a que meça a câmara de combustão da sua lareira (largura, profundidade e altura) para que possamos encontrar um recuperador de calor compatível.

Se está na fase de projecto é importante planear o local de instalação da lareira para fazer a saída de fumos. Assim, vai evitar pequenas obras quando o imóvel estiver pronto. Se optar por um recuperador com saídas de ar quente canalizáveis, também já pode colocar as tubagens dessas saídas.

Preciso ter saída de fumos/chaminé?

Sim, precisa sempre de ter uma saída de fumos quer opte por um recuperador a lenha ou pellets. A única lareira que não requer chaminé é a bioetanol.

O combustível: Lenha ou Pellets?

Se optar por um recuperador a pellets saiba que o acendimento é automático e pode ser programado. No entanto, o aquecimento a Pellets obriga a uma constante manutenção e limpeza. Pode programar e gerir a temperatura de uma forma mais minuciosa. Outra situação que deve ter em atenção, é que existem poucos fabricante de pellets, portanto deve considerar qual a marca que pode ficar mais em conta (não sacrificando a qualidade) e até fazer stock de pellets.

Ao invés, a lenha é um combustível barato de fácil acesso. Por outro lado, é preciso que haja espaço suficiente para armazenar grandes quantidades de lenha. A manutenção é muito mais simples. Os equipamentos a lenha não têm acendimento automático nem são programáveis. A decisão se opta por lenha ou pellets deve ser tomada tendo em conta o seu estilo de vida.

Quantos espaços o recuperador consegue aquecer?

Se pensarmos num recuperador a ar pode aquecer até 4 espaços adicionais. Existem recuperadores sem saídas canalizáveis, com 2 saídas ou quatro saídas de ar quente canalizáveis. Note que deverá canalizar o ar para curtas distâncias e poderá ser necessário instalar ventiladores adicionais. Quando se pretende canalizar o ar quente para outras divisões deve-se ter em conta o volume total dos espaços a aquecer de modo a escolher um equipamento com potência suficiente.

Também temos recuperadores com dupla face que permitem aquecer dois ambientes simultaneamente.

Como escolher o recuperador no tamanho certo para cada ambiente?

Primeiro há que perceber que um recuperador para aquecimento central é efectivamente diferente de um recuperador a ar. Só um sistema de aquecimento central consegue aquecer uma habitação na totalidade e de forma homogénea. Mas, um sistema de aquecimento central é, para muitos clientes, um grande investimento.

Assim, há uma grande procura por recuperadores de calor a ar adequados aos mais diversos espaços. Antes de escolher convém pensar em quantas divisões se pretende aquecer. Se pretende aquecer várias divisões saiba que os recuperadores de calor a lenha ventilados podem ter 2 ou 4 saídas de ar quente canalizáveis enquanto que os recuperadores a pellets podem ter um a ou duas saídas canalizáveis.

Então para escolher o melhor modelo para o tamanho do seu ambiente, é necessário levar algumas questões em consideração. Em primeiro lugar entenda que o cálculo do volume aquecido é em metros cúbicos, sendo muito importante calcular a altura do pé direito (altura do chão ao tecto). Em segundo lugar, multiplique o comprimento x largura x altura das divisões, o resultado é a metragem (área). Multiplique a área pelo pé direito para encontrar o volume a aquecer.

Convém fazer um correcto dimensionamento dos espaços a aquecer antes de investir no equipamento. Pronto para escolher o modelo mais adequado para sua casa? Peça-nos aconselhamento, na Smartfire encontra equipamentos que atendem às suas necessidades de conforto!